Resultado do Portfólio MD (Jan/18): +6,0%

1. Resultado

O vento soprou forte ao Brasil em Janeiro. O otimismo e a confiança melhoram a cada dia. A condenação do ex-presidente foi mantida, e inclusive com aumento da pena. O governo não desistiu da previdência, e continua apoiando a pauta de reformas que o país precisa.

Captura de Tela 2018-01-31 às 23.55.43.jpg
Resultado Jan/18: +6,0%.

download.jpeg

 

Em ano que a Selic será aproximadamente 7%, cravar esse resultado logo no primeiro mês do ano é excelente! Entretanto, é isso mesmo… se a Renda Fixa está prevista a pagar menos, o fluxo do capital vai migrando aos poucos para a Renda variável e investimentos com melhores retornos

Houve uma melhora significativa no cenário interno, pois as chances dos brasileiros elegerem um presidente responsável e reformista aumentaram.

Acredito este cenário de valorização pode continuar a acontecer nos próximos meses. Veremos.

2. Notas Pessoais

Em Janeiro eu concluí a migração da minha base de dados de investimento. Eu comecei a tomar notas mensalmente ainda em 2006, e ao longo dos anos fui estudando e aprimorando o registro. Eu tinha tudo em uma planilha de excel offline, mas agora toda a base de dados já está na planilha oficial no Google Sheets.

Essa migração possibilita a publicação de gráficos com dados mais antigos, e enriquecem bastante a análise. Todos os gráficos anteriores a este post só possuem dados desde janeiro de 2016, mas agora posso usar dados desde 2006, que beleza!

Os gráficos desse post já vão com histórico maior!

2.1 Aporte

Comprei dólares com dinheiro “novo” antes do julgamento do ex-presidente. Não foi um montante relevante, mas o importante é sempre aportar e manter o hábito. Esta compra foi via BB para BB Americas. Pretendo acumular mais dólares lá e depois enviar para a Interactive Brokers (corretora nos EUA) para aumentar a posição em ações americanas. Minha posição em ações brasileiras é aproximadamente 30x maior que minha posição em ações globais, eu gostaria de diminuir esse valor para algo como 10x.

2.2 Inação

Não fiz nenhuma realocação em janeiro. Faço um brinde a isso.

Não girei nenhum ativo. Só fiz a compra dos dólares já descritos e comprei uma única opção.

Se o cara compra ações e vende na primeira alta de +10%, ele nunca pegará os ganhos porradas de +40%, +70%, +200%. Não fazer nada nas altas é muito bom.

2.3 Juros Reais

Continuo na expectativa que os juros longos reais do Brasil caiam logo. Hoje as taxas de compra-venda no Tesouro Direto para as NTNBs 35, 45 e 50, estão no intervalo 4,9%-5,2%. Eu tenho bastante desses títulos e quero vender uma parte em breve. Se a taxa de venda baixar para 4,5%, penso em vender um terço da posição para transformar em Caixa (Tesouro Selic) para aproveitar alguma volatilidade no ano.

Essa movimentação também visa reduzir marginalmente a agressividade da minha carteira total, que está muito posicionada em ações e juros longos.

3. Alocação de Recursos do Portfólio MD

3.1 Alocação geral no fechamento de Jan/18

Captura de Tela 2018-01-31 às 19.08.01.jpg

Alguns CDBs meus pré-fixados venceram em janeiro, e com isso aumentei minha posição de Caixa Total de 4,3% para 5,2%. Eu considero Caixa Total a soma de Tesouro Selic com Fundos DI. A meta é chegar a 7-10% de Caixa Total.

Esse movimento faz parte de diminuir a agressividade do portfólio de Renda Fixa, que está basicamente nas NTNBs super longas (35, 45 e 50).

3.2 Alocação geral ao longo do tempo

Em janeiro, a seção de Ações (laranja) continuou aumentando e roubando espaço percentual das outras classes de ativos. Coloquei dois gráficos abaixo que representam a mesma informação.

Captura de Tela 2018-01-31 às 22.45.36.jpg

Captura de Tela 2018-01-31 às 22.47.52.jpg

Estes gráficos estão com dados desde 2013, e percebo que na verdade não estou tão agressivo quanto já fui antes. De fev/13 a ago/15, fiquei por 2,5 anos alocado em ações com mais de 40% da minha carteira, inclusive boa parte acima de 50%.

Comparando hoje à época 2013-2014, estou bem mais instruído, diversificado e psicologicamente mais experiente.

Costumo dizer que não existe engenheiro, médico, advogado, mecânico, ou qualquer outra atividade que seja experiente só com os 5-6 anos de formação. Para ser bom mesmo em alguma coisa, é preciso tempo. São muitas horas de dedicação para ficar experiente em alguma atividade.

Considero que o mesmo vale para o Investidor. Não adianta ler um único livro ou pegar as “dicas” quentes modinhas do momento na internet ou com seu colega de trabalho. Toma tempo, um pouco de estudo, mas muito de prática! É preciso pensar no longo prazo e continuar investido consistentemente. Assim se aprende.

3.3 Alocação da seção de Ações

Captura de Tela 2018-01-31 às 20.55.28

Se quiser ver a alocação atual (tempo real), cheque na página: Portfólio Ações.

Performance da carteira MD Elsewhere Ações em jan/18: +10,8%. Ibovespa: +11,14%.

Continuo com algumas ações em mente que quero sair e estou esperando pacientemente o mercado pagar o preço que eu quero vender. Com a Selic a 7%, posso esperar bastante.

Assim como incorporei o PGBL no cálculo do meu desempenho de carteira, resolvi incorporar os FIAs que possuo na minha carteira de ações. Expliquei melhor isso no item 2.2 do último post: Resultado do Portfólio MD- (2017): +30,2%.

3.4 Alocação da seção de FIIs

Captura de Tela 2018-01-31 às 20.55.09.jpg

O Portfólio de FIIs não foi alterado.

Performance da carteira MD Elsewhere FIIs em jan/18: +3,61%. IFIX: 2,64%
Dividend Yeld (DY) realizado em jan/18 = 5,54% aa.
O MALL11 ainda não pagou proventos, e por isso retirei ele desse cálculo de DY.

Se quiser ver a alocação atual (tempo real), cheque na página: Portfólio FIIs.

3.5 Alocação da seção de Criptomoedas

Captura de Tela 2018-01-31 às 23.36.13.jpg

Performance da carteira MD Elsewhere Criptomoedas em jan/18: -23,5%.

Sem muito o que falar, em janeiro os preços de criptomoedas sofreram correção.
Repito mais uma vez, esse dinheiro aqui é uma aposta. Entendo muito pouco de criptomoedas e sigo minha alocação tendo referência os Market Cap de cada moeda e minimizando ao máximo o giro.

4. Proventos Recebidos

Aqui tenho uma mudança legal!
Alterei a forma de mostrar esse gráfico também, e agora posso ver a contribuição de cada classe de ativo na minha renda passiva.

A cor laranjá é para ações, verde para renda fixa, azul para FIIs e preto para imóveis.

Captura de Tela 2018-01-31 às 20.53.56.jpg

Minha Renda Passiva continua subindo, paciência é palavra! Estou na expectativa de melhora dos lucros das empresas e com isso mais distribuição de proventos para os que acreditam na economia!

Se quiser ver o gráfico de proventos agora, cheque a atualização na página: Liberdade Financeira.

5. Fechamento

O mês foi excelente e pode ser só o começo. A maioria das notícias já tem tom positivo, e as expectativas de PIB, emprego, juros, consumo e inflação só tem melhorado.

Não pretendo vender ações. Há duas ou três que eu poderia sair, mas elas representam muito pouco. Eu quero mesmo é ver mais altas nos próximos meses!

Espero volatilidade durante o ano por causa das eleições, e por isso preciso aumentar minha posição de Caixa para abocanhar ações a um preço mais barato. Só devo comprar mais ações nesse cenário.

Acredito que todos os proventos e aportes futuros serão para comprar Caixa ou Dólar. Dólar pode ser considerado Caixa também. Veremos.

Em fevereiro eu já volto ao exterior, e meu próximo texto será Elsewhere outra vez, hehehhe…
Espero me motivar para escrever mais sobre viagens também, mas recentemente só deu finanças!

Um abraço a todos e vamos nessa!

MDElsewhere \o/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s