Resultado do Portfólio MD (Abr/18): +1,18%

Abril/18 já é passado, que venham Maio e os próximos meses. O ano de 2018 promete muito por causa das eleições.

Devagar e sempre vamos caminhando adiante.

1. Resultado

A carteira do MD Elsewhere fechou abril em terreno positivo +1,18%. É importante relembrar que o resultado de Março foi -0,23%, e após um período de rentabilidade negativa, é normal também que os preços sofram alguma correção para cima.

A precificação dos ativos é sempre em “zigue-zague”: quando sobe demais e muito rápido, uma correção para baixo é esperada. Da mesma forma, uma queda muito acentuada pode ser acompanhada de repique em seguida. Isto acontece porque as pessoas (mercado) exageram nos movimentos dos preços.

Resultado do Portfólio MDE em 2018.

O Portfólio MD Elsewhere acumula em 2018 o resultado de +7,91%.

Vamos lembrar que alguns meses é muito pouco para julgar se uma estratégia é vencedora ou não. Meses mais turbulentos devem vir quando chegarmos perto de outubro (eleições).

2. Notas Pessoais

2.1 Diminuição do tamanho da seção de Renda Fixa na Carteira

A idéia base é que como os títulos de Renda Fixa (títulos de crédito) estão pagando muito pouco com a Selic indo para 6,25% aa, não há alternativa a não ser migrar para a Renda Variável. No inglês o movimento é conhecido pelo acrônimo TINA (There Is No Alternative).

Vejamos, para R$ 100 reais investidos em 100% do CDI, em um ano o retorno bruto será de R$ 6,14. O retorno líquido será de R$ 5,07 (IR 17,5%). A inflação roda a 3,5% aa. Os R$ 100 reais equivalerão a R$ 103,50. O lucro líquido real será de R$ 1,57 (= 5,07 – 3,5). O lucro líquido real trazido a valor presente é de R$ 1,52 (1,57/1,035).

Resultado: colocar o capital em um investimento de 100% do CDI por um ano, trará o retorno real de R$ 1,52.
Colocando em outra forma, você quer deixar seu capital preso por 365 dias e receber retorno real de 1,52%? Eu não.

Este mesmo raciocínio foi descrito na consolidação do portfólio no mês passado março/18, que está disponível aqui.

Desta forma, meu pensamento é: dado que há ações de empresas pagando até 6% de dividendos e fundos imobiliários pagando 7% ao ano, prefiro aumentar a minha posição em ativos com volatilidade (ações e FIIs) do que ficar preso em RF magra.

2.2 Realocação de ativos em busca de maior Dividend Yield para o portfólio MD Elsewhere

Após a reflexão descrita no texto que escrevi em meados do mês, movimentei a carteira de investimentos em Abril com o intuito de aumento de renda. O pensamento completo está descrito neste texto: Como aumentar a Renda Passiva do Portfólio.

O Ibovespa caiu até aproximadamente 82 mil pontos em abril, e também vi as ações de Itaúsa negociando a 13,00. Eu comprei mais ITSA4. Foi pouco, mas essa é a empresa que mais tenho confiança como bom investimento.

Pensando também em eficiência na alocação de capital, em Abril zerei minha posição em FCFL11. O preço da cota deste FII subiu bastante e por consequência, seu DY diminuiu. Como quero aumentar a minha renda, o vendi e comprei a ação de IRBR3. No momento da substituição os Dividend Yields estavam bem próximos, mas a vantagem de ter uma ação é que seus dividendos tendem a aumentar mais com o tempo.

A terceira movimentação que fiz foi a de vender alguns Tesouro IPCA+ 2035 para comprar ações do Banco Inter. Dessa forma retiro um ativo que não gera renda recorrente e coloco uma ação que paga dividendos.

Pretendo fazer isso também com outros FIIs que tenho que já subiram valorizaram bastante, só estou esperando uma oportunidade de saída boa.

2.3 Gráfico de Juros Compostos para relembrar a busca da melhor alocação de ativos (ou gráfico da função exponencial)

Para me auxiliar a ficar menos inerte em relação ao meu portfólio, tracei os gráficos das funções exponenciais no Excel.

Esse gráfico serve sempre para me lembrar que é importante observar os retornos com frequência. Ele foi feito neste momento em que a Selic está a 6,5% aa e indo provavelmente para 6,25% aa na próxima reunião do Copom.

Coloquei no gráfico as funções exponenciais (ou juros compostos) para diferentes juros. Veja:

Resultado de Investimento por Taxa de Juros

A análise do gráfico é simples e não escreverei muito. Os retornos devem ser comparados em níveis reais (acima da inflação).
i) Tesouro IPCA+ 2035 Bruto levará 13 anos para retornar o capital inicial investido (compra pactuada a 5,3%).
ii) Tesouro IPCA+ 2035 Líquido (retirando IR de 15%) levará 15 anos para retornar o valor investido.
iii) Um Fundo Imobiliário que pague bem (7,2% aa) como o MALL11 levará 10 anos para dobrar de valor considerando leasing spread neutro, ou seja, reajustando os aluguéis somente pela inflação.
iv) Um investimento com TIR (Taxa Interna de Retorno) real de 10% aa levará quase 8 anos para retornar o capital inicial.

Assim por diante, há outras taxas de retorno no gráfico. Para comparar um pouco com outros ativos, quando dizem que você recupera o capital investido em 5 anos abrindo uma franquia qualquer, é como se você estivesse em cima da curva azul claro por exemplo (TIR real de 15% aa).

Esse gráfico me faz pensar no ROE/ROIC das empresas. É por isso que no longo prazo queremos segurar em carteira essas companhias de ROE/ROIC elevados. Elas geram muito valor. E se tiverem seus moats, esse valor segue essas exponenciais do gráfico!

É me inspirando neste gráfico que farei algumas realocações de FIIs e Ações.

2.4 Aumento de renda do Portfólio por Venda Coberta de Puts

Eu passei um tempo sem vender opções de venda (put). Vou retomar essa estratégia, pois gosto bastante e vejo que é mais uma forma de rentabilizar extra o Caixa que estou guardando (e tentando aumentar) na carteira.

Histórico de Vendas Cobertas de Puts

Explicando em poucas palavras, a partir do momento da venda da Opção de Venda, eu preciso deixar guardado o valor da 1a coluna verde no Tesouro Selic até o final da operação. Quando não sou exercido (operação com sucesso), é como se eu adicionasse a rentabilidade da coluna verde da direita ao capital que ficou em Stand By na Selic.

Nos últimos 2,5 anos, Fechei 17/20 com sucesso.

Em Abril eu vendi 800 Puts de BBAS (em vermelho na imagem). Ou seja, estou com R$ 28.450 em Stand By no Tesouro Selic até 21/maio.
O prêmio (valor) da venda recebido foi R$ 465. A duração média desta operação é de 35 dias (pq fiz duas vendas).
Então, 465 reais em 35 dias sobre 28.450 reais é equivalente a um retorno de 17% aa. Em termos brutos, esse capital está sendo remunerado em Selic+17% aa.

É muito bom…. É só lembrar da curva exponencial logo acima! Preciso manter a frequência nesse tipo de operação.

Resultado acumulado das Vendas Cobertas de Puts.

A cada operação positiva, a linha do gráfico sobe um pouco. A cada operação negativa, a linha baixa. Durante todo este período, eu tive uma única operação desastrosa em dezembro/16 que me tirou todos os ganhos acumulados anteriormente.

O aprendizado continua, e pretendo colocar mais operações positivas neste histórico!

3. Alocação de Recursos do Portfólio MD

3.1 Alocação geral no fechamento de Abr/18

Em abril eu diminuí marginalmente minha RF e FIIs (aproximadamente em 2%) para realocar em Ações pelo motivo já exposto no item 2.1 dessa postagem.

Desde Dez/17 uma das minhas principais metas é aumentar a posição de Caixa BRL para aproveitar alguma queda no preço das ações. Em dezembro a posição estava em 4,3%, agora já estou com 6,5%. A meta é chegar em 7-10%.

3.2 Alocação geral ao longo do tempo

Em abril eu incrementei mais um pouco a posição em Ações, que agora representam 50% da carteira de investimentos.

Os dois gráficos a seguir representam a mesma informação: o quanto cada classe de ativo representa no portfólio total de investimentos. Clique nas imagens para melhor visualização, ou vá à página de Alocação de Recursos para testar o gráfico interativo.

Cinza: Fundo de Previdência / Verde: RF / Amarelo: Ações / Azul: FII / Vermelho: Seguros / Rosa: Criptomoedas
Cinza: Fundo de Previdência / Verde: RF / Amarelo: Ações / Azul: FII / Vermelho: Seguros / Rosa: Criptomoedas

Se nenhum evento preponderante ocorrer, essa alocação deve continuar por aí:
– Ações: 45% a 55%
– RF: 15% a 25%
– FIIs: 12% a 18%
– USD + Ouro + Cripto: 3% a 7%
– Prev: 10% a 15%

3.3 Alocação da seção de Ações

Se quiser ver a alocação atual (tempo real), vá à página: Portfólio Ações.

Performance da carteira MD Elsewhere Ações em abr/18: +4,03%. Ibovespa: +0,88%.

As ações de Rumo e IRB Brasil decolaram no mês e por isso puxaram a performance super positiva da carteira. RAIL3 (+12,93%) e IRBR3 (+13,0%).

Adicionei BIDI11, aumentei IRBR3 e ITSA4.

3.4 Alocação da seção de FIIs

Dividend Yield (DY) realizado em Abr/18 = 5,1% aa. O valor está baixo, mas é porque o aumento de capital em VISC11 ainda não está gerando renda.

A melhor estimativa para o DY verdadeiro atual seria 5,6% aa.

Retirei FCFL11.

Vou comprar HGLG11, quero colocar esse fundo de galpões logísticos porque atualmente só tenho o GGRC11 deste tipo de fundo na minha carteira.

Se quiser ver a alocação atual (tempo real), vá à página: Portfólio FIIs.

3.5 Alocação da seção de Criptomoedas

Performance da carteira MD Elsewhere Criptomoedas em Abr/18: +43,6.

Aqui é montanha russa. Eu não faço nada, já comprei essas moedas e verei no que vai dar.

Como o mercado de Criptomoedas não fecha e minha planilha de acompanhamento é em realtime, a imagem abaixo até saiu com a rentabilidade das primeiras horas de maio.

Não pretendo fazer mais nenhum aporte em Criptomoedas.

4. Proventos Recebidos

Oba!

“Fiquei tão empolgado que iniciei a contagem dos proventos de abril e já adicionei nesse gráfico.”

Eu escrevi isso no mês passado, mas contabilizei errado os proventos de Sanepar. Pensei que receberia em 30/4, mas não recebi!

Cara do MD ao não receber os Dividendos de Sanepar.

Alô Sanepar e Guararapes, deixem de enrolação e paguem logo meus dividendos!

Gráfico de Renda Passiva gerada pelo Portfólio.

Informo que em Abril/2018 eu cravo a entrada na faixa de 40% da Meta!

E pode ter certeza que quando a gente chegar na meta…

… a gente dobra ela, rsrsrs.

Se quiser ver o gráfico de proventos agora, cheque a atualização na página: Liberdade Financeira.

5. Fechamento

Cravei a entrada na faixa de 40% da IF, essa é uma super vitória e deve ser celebrada!

Ainda aumentei a posição em ITSA4 e IRBR11, que são Vacas Leiteiras de ótima qualidade do rebanho!

A meta para Maio é aumentar caixa e aumentar o DY do Portfólio.

Também quero fazer uma Venda Coberta de Put em Maio se a de Abril fechar com sucesso.

Torço pro Ibovespa cair até 80 mil pontos, só assim dá pra comprar com mais segurança. Quando é que o mercado vai tremer mais? Até agora não aconteceu nada. Quero o mercado em pânico para comprar barato.

Apesar de todo o ruído de juros americanos e eleições no Brasil, o Ibovespa continua no talo perto do topo: 87,6/86,1 =~1,7%. O topo é logo ali.
Em dólar o Ibov já está mais barato, pois essa subida do câmbio deixa a bolsa brasileira mais barata, e lembremos que o dinheiro não tem muitos muros no mundo, o dinheiro gringo é que faz o preço dos ativos. Se vier um fluxo comprador de Brasil ou Commodities em maio, esse topo pode ficar para trás.

Na semana que vem vou ao exterior outra vez. Vou ao Marrocos, Portugal, Espanha, França e talvez Russia.

Um abraço a todos e continuemos em frente!

MD Elsewhere in Brazil

113972

Next destination:

Anúncios

Um comentário sobre “Resultado do Portfólio MD (Abr/18): +1,18%

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s